Ala de Queimados perto de ser finalizada

Foi finalizada nesta quinta-feira (30) a licitação para a conclusão do Centro de Referência para Tratamento de Queimados (Ala de Queimados) do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP). A empresa ganhadora do certame é a N Dalmina Construções que concedeu um desconto de quase R$ 1 milhão e fará a obra por R$ 5.246.512,05.
O secretário de Estado para Assuntos Estratégicos, Edgar Bueno, esteve presente e acompanhou o processo, garantindo o repasse dos recursos nos prazos e ressaltando a parceria que o governo estadual tem com a Unioeste. Para o deputado Andre Bueno, que é autor da emenda que garante os recursos da construção, mais um passo importante foi dado para a concretização da obra. “O Governo do Estado está cumprindo com a sua obrigação de fazer os investimentos necessários na área da saúde. Fizemos um compromisso com a população do Oeste do Paraná e estamos cumprindo. Se tudo der certo ainda em 2018 faremos a entrega da obra”.
Esta é a segunda etapa da obra iniciada ainda em 2014. Ela consiste na instalação dos equipamentos de ar condicionado, forros, acabamentos e geradores, concluindo assim a Ala, que deve entrar em funcionamento em 2018.
O prédio que abrigará a Ala de Queimados tem 2.701,28 m² de área construída. O primeiro andar contará com o novo ambulatório do Hospital, serão 34 consultórios médicos e áreas de apoio. O segundo pavimento, contará com 37 leitos (30 adultos e sete pediátricos), enfermarias, centro-cirúrgico, UTI-Q Coletiva e áreas de apoio.

Etapas
A obra foi dividida em três etapas: A primeira totalizou investimento de R$ 6 milhões e foi entregue em agosto de 2017. A obra ficou a cargo da construtora Brock LTDA, vencedora da licitação, com projetos elaborados pelo Departamento de Planejamento Físico da Unioeste.
A segunda etapa que consiste na finalização dos acabamentos, como forros, iluminação, grupo gerador de energia e aparelhos de ar-condicionado está sendo licitada. Foi liberado pelo governador Beto Richa R$ 6.327.157,53, e a obra tem prazo para execução de seis meses. Os recursos são da Secretaria de Saúde (SESA).
A terceira etapa consiste na compra dos equipamentos médicos e na contratação de servidores. Com a inauguração, a demanda do hospital terá um salto no número de atendimentos muito grande, recebendo casos da região, com todo cuidado e excelência que já é marca registrada do HUOP.

Confira algumas imagens